terça-feira, 22 de junho de 2010

Doces e aniversários



Neste mês de junho eu e meu companheiro fazemos aniversário. E quando se trata de bolo de festa, a Doceria Chantilly nunca decepciona. Super aconchegante e cuidadosamente decorada, a doceria está um uma das ruas mais movimentadas da cidade, sendo difícil até mesmo estacionar pertinho dela. Mas isso não é problema para os amantes de doces, pois ela vale todo o esforço.
No meu aniversário, fui presentiada com o Bolo Mousse de Chocolate e neste domingo cantamos parabéns para o Daniel com um Bolo de Carolinas Trufado. Difícil dizer qual é o melhor.
Todos os doces da Chantilly são de tirar suspiros, mas vale ainda destacar a Bomba de chocolate Trufada, que supera todas as expectativas. Nem muito doce, nem muito salgada com massa que derrete na boca ela e a combinção perfeita de fondant e trufa meio amarga.
Eles ainda trazem uma série de opções de embalagens para presentes e trabalham com encomendas completas para festas, pois o que eles tem de bom nos doces se repete nos salgadinhos para alegrar a comemoração.
Vale a pena conferir e se deliciar com as maravilhas feitas na Doceria Chantilly!

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Gnocchi de mandioquinha

Para este frio uma massa é a pedida perfeita... Em uma dessas noites frias visitamos o bixiga para um jantar mais que romântico e mais que especial. A Cantina Roperto é o lugar ideal para deliciar-se com uma massa feita com todo cuidado italiano e um ambiente para namorar ao melhor estilo "A dama e o vagabundo" que alguém possa imaginar!
A casa lembra o espírito siciliano com a simpatia dos garçons e a intimidade do atendimento. É um lugar para se comer bem, com requinte, mas sem frescuras.
Pedimos um vinho e a entrada: Um pão italiano maravilhoso com patês e queijos que por si só já poderiam ser uma refeição. Nosso pedido foi o gnocchi de mandioquinha ao molho quatro queijos. É até difícil descrevê-lo pois ele derrete muito rápido na boca. Uma massa leve, gostosa, feita quase ao ponto de tostar o molho... simplesmente uma delícia.
Ao visitar o bixiga, não deixe de prova a Cantina Roperto, mas chegue cedo, pois a fila de espera é grande e a casa é concorrida até pelos famosos.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Feijoada de carne Vegetal

Quem quiser comer o que eu vou postar aqui vai ter que viajar... Porque a minha dica é de um lugar muito especial, em São Francisco Xavier (interior de São Paulo). A pousada A Rosa e o Rei é, sem dúvida, o lugar mais especial em que já me hospedei. Meus amigos sabem que eu e meu companheiro temos o hábito de viajar com frequência e conhecer novos lugares. E esse é, sem dúvida, muito especial.
O lugar hospeda com pensão completa e é um verdadeiro encontro com a Natureza e com a gastronomia. De culinária ovo-lacto-vegetariana, a cozinha surpreende até os carnívoros mais fervorosos.
O que mais me deliciou e chamou atenção foi a feijoada do local. Nunca imaginei que fosse comer uma feijoada de carne vegetal e preferir do que a de carne "convencional". Ponto para meus amigos vegetarianos: é sim possível uma comida com sabor de carne sem levar os porquinhos para abate. Uma delicia de repetir o prato, e o que é melhor: a feijoada vegetal não tem gordura. Limpinha e super-saborosa.
Se você não quer viajar até lá, procure um restaurante vegetariano e prove. Ainda não posso indicar nenhum, mas feijoada vegetal eu indico!

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Acabaram as férias em estilo japonês


Depois de muitas visitas a diferentes lugares experimentando coisas novas voltei das férias do blog. Deixo para vocês hoje uma dica que muita gente torce o nariz para experimentar. Há alguns anos a comida japonesa caiu no gosto dos paulistanos e já são centenas de casas especializadas que oferecem seus pratos exóticos para cativar o paladar dos mais ousados aos mais tradicionais. A minha visita nesta última semana ao novíssimo Tatsuya Sushi ( que ainda não possúi web site, mas está aqui em Santo André, na Av. Dom Pedro II, 2081) me levou a uma ótima experiência.
A casa é pequena, com uma decoração muito simples, mas a comida é o que vale realmente a visita. Tanto os cortes do atum quanto os do salmão são impecáveis e o sashimi de polvo é algo que merece degustação. Para os que não gostam da textura do peixe crú o polvo agrada, pois sua carne é mais fibrosa e consistente e o sabor é delicioso.
Para além do sashimi de polvo, a dica é pedir o Hot-Holl que é especialmente bem feito. Sequinho, grande e muito recheado, ele dividiu minha noite com o sahimi de polvo como as estrelas da casa. Tudo é gostoso, mas estes são imperdíveis.
E mais uma coisa: para os que ainda acham a comida japonesa um passeio caro, o Tatsuya Sushi oferece o rodízio para casal por 55 reais (não incluindo bebidas). Garanto que vale a pena!